vá para o meu perfil no facebook // go to my facebook profile vá para a minha conta no instagram // go to my instagram account Fábio Carvalho ]     [ Portfólio
obras ]  [ curriculum ]  [ notícias ]  [ entrevistas ]  [ vídeos ]  [ publicações ]  [ textos ]  [ bibliografia ]  [ na midia ]  [ coleções ]  [ e-mail
 
clique para voltar // click to go back

Eros & Psiquê I
fuzil de brinquedo de plástico, borboletas de plástico, madeira laminada, vitrine de madeira e vidro

Eros & Psyche
plastic toy shotgun, plastic butterflies, laminated wood, wood and glass display case

2013
50 (h) x 70 (c) x 10 (p) cm

[ english version ]

O trabalho Eros & Psiquê é composto por um fuzil de brinquedo de plástico, dentro de uma vitrine de madeira escura, similar às vitrines onde se exibem armas de fogo reais em coleções, sendo que o fuzil está cercado de borboletas monarcas de plástico, como se estas usassem o fuzil como pouso e abrigo.

O trabalho faz referências às eternas dualidades amor e ódio, sexualidade e agressividade, vida e morte, que como disse Rodrigues1, são forças que habitam o ser humano e estão presentes no cotidiano, tanto nos conflitos mais banais quanto nos mais mórbidos ou sublimes da humanidade. Tais pares de opostos estão misturados, amalgamados em tudo que o ser humano faz, pensa e sente. Essas polaridades são os cernes dos conflitos psíquicos. Em psicanálise, elas podem ser nomeadas pelos conceitos de pulsão de vida (Eros) e pulsão de morte (Tânatos). Já na mitologia grega, temos o mito de Eros e Psiquê, que dá nome ao trabalho.

Eros & Psiquê é também uma crítica aos estereótipos de masculinidade, uma vez que as armas de fogo são também uma forma de demonstração ostensiva da virilidade de um sujeito. Só que em Eros & Psiquê o fuzil está de certa forma emasculado pelas delicadas borboletas, que normalmente estão mais associadas ao feminino do que ao masculino.


1 RODRIGUES, Samara Megume. Eros e Tânatos: nossas porções de vida e morte. site Roda de psicanálise, novembro de 2013. http://www.rodadepsicanalise.com.br/2013/11/eros-e-tanatos-nossas-porcoes-de-vida-e.html
clique para voltar // click to go back
    na mídia // clipping
      clique para ampliar // click to enlarge
O GLOBO - Rio Show | 09/2105
       
clique para ampliar // click to enlarge
Arte Hall | 09/2105
clique para ampliar // click to enlarge
Brand & UP | 09/2105
clique para ampliar // click to enlarge
Cat Magazine | 09/2105
clique para ampliar // click to enlarge
revista ELLE Brasil | 09/2105
     
clique para ampliar // click to enlarge
Sem Fronteiras | 09/2105
clique para ampliar // click to enlarge
Página Cultural | 09/2105
clique para ampliar // click to enlarge
Quem Acontece | 09/2105
clique para ampliar // click to enlarge
Arte Al Limite | Espanha | 08/2105
       
clique para ampliar // click to enlarge
Arte Informado | Espanha | 08/2105
clique para ampliar // click to enlarge
Bolsa de Arte | 08/2105
clique para ampliar // click to enlarge
Radar Decoração | 08/2105
clique para ampliar // click to enlarge
Art Arte | 08/2105
       
clique para ampliar // click to enlarge
Bamboo | 08/2105
clique para ampliar // click to enlarge
TRIO Bienal - RJ | Das Artes | 08/2105
clique para ampliar // click to enlarge
TRIO Bienal - RJ | CUBO BRANCO | 08/2105
clique para ampliar // click to enlarge
ARTSY | EUA | 05/2014
 
english version [ top ]

The work Eros & Psyche consists of a plastic toy shotgun, inside a dark wood display case, similar to those used to display real firearms in collections. The shotgun is surrounded by monarchs plastic butterflies, as if they were using the rifle as landing site and shelter.

This art work alludes to the eternal dualities love and hate, sexuality and aggression, life and death, that as Rodrigues
1 said, are forces that inhabit the human being and are present in everyday life, both in the most banal conflicts as in the most morbid and sublime of humanity. Such pairs of opposites are mixed, amalgamated in all that human beings do, think and feel. These polarities are the cores of psychic conflicts. In psychoanalysis, they can be nominated by the concepts of life drive (Eros) and the death drive (Thanatos). In the Greek mythology, we also have the myth of Eros and Psyche, from which the name of the work comes.

Eros & Psyche is also a critique of masculinity stereotypes, since firearms are also a form of overt demonstration of virility of a subject. But in Eros & Psyche the shotgun is somewhat emasculated by the delicate butterflies, which are usually more associated with with femininity than masculinity.

clique para voltar // click to go back
 
obras ]  [ curriculum ]  [ notícias ]  [ entrevistas ]  [ vídeos ]  [ publicações ]  [ textos ]  [ bibliografia ]  [ na midia ]  [ coleções ]  [ e-mail