vá para o meu perfil no facebook // go to my facebook profile vá para a minha conta no instagram // go to my instagram account Fábio Carvalho ]     [ Portfólio
obras ]  [ curriculum ]  [ notícias ]  [ entrevistas ]  [ vídeos ]  [ publicações ]  [ textos ]  [ bibliografia ]  [ na midia ]  [ coleções ]  [ e-mail
 
clique para ampliar // click to enlarge

(Re)pouso das Sibilas
Mariposas encontradas mortas, alfinetes, brinquedos de plástico, almofadas feitas pelo artista a partir de pedaços de uma fronha velha sua, linha de costura, bico de renda e acrilon, cola.

Landing of the Sibyls
Dead moths, pins, plastic toys, cushions hand made by the artist himself from pieces of an old pillowcase, sewing thread, lace and acrylon, glue.

2018
60 (c) x 40 (l) x 10 (h) cm

clique para ampliar // click to enlarge

[ english version ]

Trabalho desenvolvido durante a Residência Artística CASA B, no Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea (mBrac), realizada em abril 2018, seguida pela exposição "Almofadinhas | Experiência  B", com curadoria de Diana Kolker e Ricardo Resende, onde se criou um diálogo simbólico entre a produção do artista com a de Arthur Bispo do Rosário.

As mariposas usadas neste trabalho foram encontradas mortas nos quartos da Residência Artística CASA B. As pequeninas almofadas foram feitas à mão pelo próprio artista, a partir de pedaços de uma fronha velha sua. As mariposas foram montadas sobre as almofadas com alfinetes, de maneira similar à usada em caixas de coleções entomológicas científicas. Os insetos levam às costas pequenos brinquedos de plástico que representam armas.

Em várias culturas americanas, se uma borboleta entra em casa, é um sinal de boa sorte, mas se é uma mariposa, também por muitos chamada de "bruxa", o mau agouro estará naquele lugar. A "bruxa" seria a portadora de más notícias. As Sibilas são um grupo de personagens da mitologia greco-romana, descritas como mulheres que possuem poderes proféticos, sob inspiração de Apolo.

Por outro lado, borboletas e mariposas são normalmente associadas ao universo feminino, "frágil e delicado", que em oposição aos símbolos usualmente aceitos como masculinos, de força e virilidade, como os militares e seus armamentos, formam a principal dialética da produção do artista, que procura levantar uma discussão sobre estereótipos de gênero, e questionar o senso comum de que força e fragilidade, virilidade e poesia, masculinidade e vulnerabilidade não podem coexistir.

clique para ampliar // click to enlarge
    na mídia // clipping
  clique para ampliar // click to enlarge
AL | 05/2018
clique para ampliar // click to enlarge
Awa Guimarães | 05/2018
clique para ampliar // click to enlarge
Lilian Pacce | 05/2018
       
clique para ampliar // click to enlarge
Arte Informado - Espanha | 05/2018
clique para ampliar // click to enlarge
revista Desvio | 05/2018
clique para ampliar // click to enlarge
CUBO BRANCO | 04/2018
clique para ampliar // click to enlarge
Awa Guimarães | 05/2018
       
clique para ampliar // click to enlarge

[ top ]

Landing of the Sibyls is a work developed during the CASA B Artist-in-residence project, at the Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea (mBrac), held in April 2018, followed by the exhibition "Almofadinhas | Experiência B", curated by Diana Kolker and Ricardo Resende, where a symbolic dialogue was created between the production of the artist with that of Arthur Bispo do Rosário.

The moths used in this work were found dead in the rooms of the CASA B artist-in-residence program. The small cushions were made by hand by the artist himself, from pieces of an old pillowcase that used to belong to him. The moths were mounted on the cushions with pins, in the same manner used in scientific entomological collections boxes. The insects carry small plastic toys, representing weapons, on their backs.

In many American cultures, if a butterfly enters a house, it is a sign of good luck, but if it is a moth, also called "witch", a bad omen will be there. The "witch" would be the carrier of the bad news. The Sibyls are a group of characters from Greco-Roman mythology, described as women who have prophetic powers, under the inspiration of Apollo.

On the other hand, butterflies and moths are often associated with the feminine and is thought of as "delicate and fragile", the opposite concepts normally associated with soldiers and the military. This opposition, in the work of Fábio Carvalho, compose the main dialectic of his artistic production, which seeks to raise a discussion about gender stereotypes, and question the common sense that strength and fragility, virility and poetry, masculinity and vulnerability can not coexist.

clique para ampliar // click to enlarge
 
obras ]  [ curriculum ]  [ notícias ]  [ entrevistas ]  [ vídeos ]  [ publicações ]  [ textos ]  [ bibliografia ]  [ na midia ]  [ coleções ]  [ e-mail